A ARTE DE DESENHAR FIGURA FEMININA

A ARTE DE DESENHAR FIGURA FEMININA

Por: R$ 29,90 No boleto: R$ 28,41 Economize: 5,00% no pagamento com boleto

comprar
Avalie
Calcule o frete e o prazo de entrega para sua região:

Descrição

Livro Criativo A Arte de Desenhar Figura Feminina. Pioneiro da arte-educação, o ilustrador Renato Silva mostrou sua impressionante versatilidade nos mais de cem volumes editados no decorrer das décadas de 1950 e 1960, que ensinaram a arte de desenhar a milhares de brasileiros.

A obra em questão, A Arte de Desenhar, é a mesma que por hora vem sendo recuperada pela Editora Criativo — depois de atuar desde o começo dos anos 1920, na imprensa carioca, produzindo ilustrações e cartoons para jornais e revistas, além de ilustrar livros, Renato Silva descobriu sua principal vocação, a de professor de desenho, quando lançou no final dos anos 1930, o primeiríssimo livro brasileiro voltado para o ensino de arte, o Manual Prático de Desenho, que recentemente voltou às livrarias por iniciativa da mesma Editora Criativo.

Neste oitavo volume de A Arte de Desenhar, valorizado pela apresentação do escritor Gonçalo Junior, Renato Silva se dedica a uma de suas maiores especialidades: o desenho da figura feminina, desta vez em poses quase sempre estáticas, estatuescas podemos dizer, com valorização das belas formas sinuosas do corpo da mulher; cada desenho é mostrado em etapas, trabalhado com linhas de construção, de sorte que todos possam compreender como Renato Silva produziu suas belíssimas deusas de papel — a beleza feminina é inspiradora e eleva o espírito, daí ter sido sempre exaltada pelos grandes artistas, e não é demais dizer que de toda coleção, este volume deverá ser um dos mais solicitados pelos alunos, visto o interesse que existe em aprender a desenhar a figura nua da mulher.

A memória de Renato Silva que ficou obscurecida pelo tempo de décadas de ausência das suas obras das livrarias, começa a ser recuperada com a volta dela ao catálogo. É ele o principal mestre brasileiro do desenho artístico e seu completo reconhecimento torna-se quase uma obrigação.