A MASSIMO CACCIARI CIDADE

A MASSIMO CACCIARI CIDADE

Produto esgotado no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Descrição

Num texto nascido de uma série de conferências, Massimo Cacciari percorre a história da cidade através da sua essência e lança uma reflexão filosófica e estética provocadora.
Grécia e Roma dão início a este percurso, oferecendo dois modelos antagónicos de cidade: a pólis grega, de natureza étnica e, por definição, endogâmica e estanque; e o modelo legalista da civitas romana, uma cidade cuja essência programática a leva a abrirse e a crescer inexoravelmente. Herdeira do modelo romano, a cidade moderna europeia debate-se entre a sua condição de cidade-lugar para morar, de espaço de acolhimento e encontro de uma comunidade, e a sua condição de máquina, de cenário de intercâmbio e espaço de negotium. Mais tarde, na metrópole contemporânea, a produção e o mercado marcam o desenvolvimento da cidade e restringem definitivamente as marcas da história através da delimitação dos centros históricos.
Hoje habitamos a pós-metrópole, a cidade-território. E, embora os nossos corpos continuem a reclamar a necessidade de lugares, a pós-metrópole impõe uma geografia que se desprendeu de parâmetros espaciais para impor os temporais, onde os edifícios se transformam em acontecimentos e as distâncias em tempo.
Massimo Cacciari (n. Veneza, 1944) tem desenvolvido uma actividade ampla e diversa nos âmbitos da filosofia, da cultura e da política. Com formação em filosofia, professor de Estética na Universidade de Veneza e presidente da Câmara Municipal da mesma cidade em duas ocasiões, ao longo de toda a sua trajectória vital e profissional tem sabido combinar a política com uma estreita relação com o mundo académico e cultural