BOM CRIOULO

BOM CRIOULO

Produto esgotado no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Descrição

Bom Crioulo (1895), uma das obras mais controvertidas e censuradas da literatura brasileira, foi o primeiro romance a apresentar em detalhes uma relação homossexual masculina. Rechaçado pela crítica e pelo público, o livro tornou-se maldito não apenas por abordar um tema tabu -- a paixão de um escravo fugido por um adolescente branco, ambos marinheiros --, mas também pelo fato dessa relação proibida tomar corpo no interior de uma grande corporação brasileira, a Marinha. Graças ao apuro descritivo, ao encadeamento seguro do enredo e ao complexo simbolismo subjacente, o Bom Crioulo manteve-se como uma das obras mais densas do Naturalismo brasileiro, tendo sido traduzido para várias línguas e, mais recentemente, incluído no verbete "Brazil" da Encyclopedia of Erotic Literature, editada por Gaëtan Brulotte e John Phillips.