Caes Da Provincia

Caes Da Provincia

Produto esgotado no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Descrição

Isolados ao sul do grande Império do Brasil, os moradores da Porto Alegre do século XIX viviam dias difíceis. A população andava desconfiada, pois os boatos corriam rapidamente: um açougueiro da cidade estaria usando carne humana para fazer saborosas linguiças. Enquanto as pessoas se ocupavam do caso que ficou conhecido como os crimes da Rua do Arvoredo, um homem se destacava na multidão de anônimos: José Joaquim de Campos Leão, autoproclamado Qorpo-Santo.
Figura ímpar na cidade, com uma capacidade criativa e intelectual muito além de seu tempo, Qorpo-Santo escreveu sua obra completa, composta por dezessete peças de teatro, em pouco mais de quatro meses. Também foi comerciante, tipógrafo, professor, subdelegado e chegou a propor um novo sistema gráfico para a Língua Portuguesa. Gênio? Segundo seus contemporâneos, louco. Suas excentricidades como entrar em casa pela janela do segundo andar e ter conversas fictícias com Napoleão III levariam a esposa a pedir sua interdição por loucura.