GILSON MARTINS VIAJANDO NO DESIGN

GILSON MARTINS VIAJANDO NO DESIGN

Por: R$ 45,00 No boleto: R$ 42,75 Economize: 5,00% no pagamento com boleto

comprar
Avalie
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x sem juros
Calcule o frete e o prazo de entrega para sua região:

Descrição

Livro Ed. Estação das Letras Gilson Martins Viajando no Design. Gilson Martins nasceu no Rio de Janeiro, natural do Santo Cristo. Este foi seu ponto de partida em direção a memoráveis conquistas e experimentações. Sua infância no privilegiado bairro no coração da cidade sublinhada pelas influências da paisagem deslumbrante do Rio de Janeiro, entre elas: o Pão-de-Açúcar, o Corcovado, o Morro Dois Irmãos, bem como, as histórias e causos de família , estão refletidas em sua obra que literalmente atravessa fronteiras.Uma obra que propõe sempre o novo, a fantasia, o sonho puro da criação de autor. Assim, como numa rota de passagem pontuada por descobertas, alegrias e conquistas, de lá pra cá, (já), se fazem 25 anos de carreira do artista formado na Escola de Belas Artes-RJ. Este ano de 2008 foi eleito para reunir e celebrar as muitas realizações. Através da Editora Estação das Letras e Cores sua biografia é revista, reeditada e complementada por outras passagens, ora expressivas, ora prosaicas, mas, sempre criativas e com grande envolvimento do próprio designer na produção do texto e seleção de imagens. Gilson Martins viajando no design será lançado na Primavera dos Livros, dia 29 de novembro de 2008, sábado, no Museu da República, local que hospeda o evento charmoso e cult que acontece entre os dias 27 e 30, na Cidade Maravilhosa. O livro realizado a quatro mãos, pelo próprio Gilson ao lado da amiga jornalista Gláucia Centeno, traz o prefácio da pesquisadora de moda, arte, corpo e design, Diana Galvão, e apresentação da semioticista e socióloga, Kathia Castilho. Deliciosamente dividido em 17 capítulos e amplamente ilustrado com imagens que contam a história de sua vida e a de seus produtos e criações. A biografia deste notável designer brasileiro possui a sensibilidade e leveza de registrar em linhas simples, a poesia pueril de suas experiências ao longo de um percurso raro e, por que não dizer, lúdico. Da paisagem do Pão-de-Açúcar admirada no alto da casa, na infância feliz em Santo Cristo , à concorrida presença de suas criações esculturas nas mais importantes Bienais.