LIVRO C ARTE ARTE BRASILEIRA NO SECULO XIX

LIVRO C ARTE ARTE BRASILEIRA NO SECULO XIX

Por: R$ 49,00 No boleto: R$ 46,55 Economize: 5,00% no pagamento com boleto

comprar
Avalie
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x sem juros
Calcule o frete e o prazo de entrega para sua região:

Descrição

O livro discute as problemáticas culturais do século XIX e suas manifestaçoes artísticas no panorama cultural brasileiro. Arte Brasileira do Século XIX é o terceiro volume da coleçao Historiando a Arte Brasileira, que discute um tema específico da História da Arte Brasileira e sua aplicaçao pedagógica (em sala de aula). As orientaçoes didáticas deste título foram elaboradas pelos professores Dra Lúcia Gouvea Pimentel e Prof. Patrícia de Paula Pereira. A série é coordenada por Marília Andrés Ribeiro e Fernando Pedro da Silva e tem o apoio do Comite Brasileiro de História da Arte. A autora Sonia Gomes Pereira é museóloga, com mestrado em História da Arte na Universidade da Pennsylvania, doutorado em Comunicaçao e Cultura na UFRJ e pós-doutorado no Laboratoire du Patrimoine Français/CNRS, Paris. É pesquisadora do CNPq e autora de vários artigos e livros, decorrentes de interesses de pesquisa no campo da História da Arte Brasileira. Atualmente é professora titular da Escola de Belas Artes da UFRJ e coordena o Projeto de Revitalizaçao do Museu D. Joao VI da EBA/UFRJ, premiado pela Petrobras Cultural, em 2004. A prof. Dra Glória Ferreira apresenta o livro com as seguintes palavras: Priorizando a análise das obras, sua abordagem relaciona as estratégias estéticas e formais dos artistas ao contexto de profundas mutaçoes sociopolíticas e culturais, enfatizando as nuanças e invençoes operadas na apropriaçao dos modelos europeus. Problematiza, assim, as premissas que nortearam a crítica modernista caracterizando as produçoes artísticas do século XIX como ‘mera cópia das modas francesas e alienadas das raízes e dos problemas brasileiros’. Destacando os aspectos modernos das produçoes artísticas e arquitetônicas, marcadas pela busca de conciliaçao com a tradiçao e de adequaçao as novas condiçoes da sociedade burguesa, a autora assinala a inexistencia de um corpo rígido e coeso de idéias informando o classicismo, ou de uma sucessao de estilos cronologicamente delimitados, tendo sido o sistema academico atravessado por constantes polemicas e divergencias em consonância com a própria crise do pensamento clássico. Nos atuais debates que cercam os 200 anos da transferencia da corte portuguesa para o Brasil, com as singularidades históricas que lhe sao inerentes, a análise de Sonia Gomes Pereira sobre a constituiçao do nosso sistema de arte revela-se, igualmente, um aporte para a avaliaçao de nossa sempre precária inscriçao na História da Arte.