Livro Cosacnaify Mario Pedrosa Itinerário Critico

Livro Cosacnaify Mario Pedrosa Itinerário Critico

De: R$ 69,00 Por: R$ 34,50 No boleto: R$ 32,78 Economize: 5,00% no pagamento com boleto

comprar
Avalie
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x sem juros
Calcule o frete e o prazo de entrega para sua região:

Descrição

Depois de anos fora de catálogo, este livro reaparece com prefácio inédito, caderno de imagens, apêndice de atualização e orelha assinada por Ferreira Gullar. A professora; Otília Arantes refaz a trajetória intelectual e profissional de Mário Pedrosa (1900-1981), um dos mais importantes críticos de arte brasileiros, que não poupava elogios aos radicais nem críticas aos padrões estabelecidos por Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral.
Sem jamais abandonar a política, Pedrosa durante quase 50 anos participou ativamente do debate no campo das artes plásticas, no qual incluía a arquitetura, afirmando-se um dos primeiros teóricos da nova capital, Brasília. Foi também o primeiro crítico brasileiro a estimular a arte abstrata, e sua atuação mostrou-se decisiva para que a mesma se tornasse dominante no Brasil. Responsável pela criação do primeiro núcleo de artistas concretos no Rio de Janeiro, com Ivan Serpa, Almir Mavignier e Abraham Palatnik, acompanhou e estimulou a carreira dos mais influentes artistas brasileiros da segunda metade do século xx, como Lígia Clark, Hélio Oiticica, Lygia Pape e Amilcar de Castro, entre muitos outros.
O livro percorre toda a efervescência desse período: a discussão da dimensão social da arte, as disputas entre a arte figurativa e abstrata, entre os salões de arte e as bienais, a conceituação de Brasília como uma "síntese das artes" e a passagem da modernidade à pós-modernidade. Portanto, um volume indispensável em qualquer biblioteca de história da arte brasileira.