LIVRO PANORAMA ARTE E LOUCURA VIDA SILENCIOS E MARGINAL

LIVRO PANORAMA ARTE E LOUCURA VIDA SILENCIOS E MARGINAL

Por: R$ 40,00 No boleto: R$ 38,00 Economize: 5,00% no pagamento com boleto

comprar
Avalie
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x sem juros
Calcule o frete e o prazo de entrega para sua região:

Descrição

As relações entre Arte e Loucura sempre despertaram muita curiosidade e inquietação por sua intrínseca relação polêmica em desafiar conceitos, com um discurso que não se completa em separado e ousa com uma estética muito particular. Suas produções artísticas são submetidas facilmente ao descarte pelo sistema vigente, em que quando não há lucro não há valor. Em contrapartida, o reciclar se impõe hoje como uma necessidade urgente, ao superar as críticas da década de 80, como excentricidade. Reciclamos hoje conceitos e atitudes ao nos depararmos com o acervo de Luiz Guides.
Habitantes dos asilos, lugares onde as diferenças fazem-semuito evidentes sob o rótulo da doença mental, sem apegos e destituídos de bens, deslocam-se de lá para cá nesses tristes lugares, que no caso de Luiz Guides, se faz da enfermaria até a Oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro. É um de seus endereços e, sem a noção de autoria ou de propriedade, lá desenha e pinta. Ao concluir, desfaz-se da sua produção, entregando-a para a estagiária, que a toma aos seus cuidados e a encaminha ao acervo...
Percebemos gestos intensos e mínimos, por que não dizer performáticos, cujo desenrolar capturou a nossa atenção, passamos de observadora a espectadora. Com um gesto que ao se repetir nunca é o mesmo,cria-se a cada instante com ações estabelecidas pelo próprio autor. Alimentando o suporte a sua frente, dando vida não somente a si mesmo, mas ao cavalete, ao papel, ao pincel e as tintas, essas ações voltam a si mesmo, em uma retroalimentação. Uma vida que provavelmente começava ali, durante as manhãs, no momento em que se posicionava à frente de seu cavalete. Ante um sagrado segredo, que só a ele pertencia, paradoxalmente.
Número de páginas: 180